Quem Somos

A Associação Nacional de Esclerose Múltipla (ANEM), formada em 24 de Maio de 1999, é uma Instituição Particular de Solidariedade Social sem fins lucrativos, registada na Direção Geral da Solidariedade e Segurança Social, no livro 1 das Instituições de Saúde, sob o n.º8/00, desde 8 de Agosto de 1999.

Desde 2003 estamos sediados em Valbom – Gondomar num edifício cedido pela Junta de Freguesia em Contrato de Comodato. Aqui realizaram-se obras de reconstrução do edifício para ampliação do espaço de trabalho polivalente, alargando o leque de serviços prestados.

A 19 de Novembro de 2007, celebramos com o Instituto de Segurança Social, I.P. / Centro Distrital do Porto, um Acordo de Cooperação Atípico para a nossa resposta social Centro de Atendimento, Acompanhamento e Reabilitação para Pessoas com Deficiência (CAARPD), acordo este renovado de Dezembro de 2013

O âmbito de intervenção é a nível nacional, os associados são provenientes de todos os cantos do país (continente e ilhas). Na sua maioria estes são portadores de Esclerose Múltipla e doentes do foro neurológico, sendo os restantes associados indivíduos que, direta ou indiretamente, têm contacto com a doença considerando a nossa causa justa e digna de ser apoiada.

Disponibilizamos aos frequentadores do CAARPD, um Serviço de Transporte entre a associação e a sua residência, desenvolvendo na associação um conjunto de actividades lúdico-pedagógicas, de reabilitação física, cognitiva e psicológica.

No presente encontramo-nos a realizar campanhas de angariação de fundos para a construção da Clínica de Reabilitação/ Lar Residencial em Vila Nova de Gaia num terreno cedido pela Autarquia dessa cidade que nos permitirá acolher doentes de Esclerose Múltipla e foro neurológico, bem como dar Apoio e Descanso ao Cuidador com um espaço destinado a uma permanência temporária dos doentes.

Encontra-se regulada em Diário da República n.º 202, 3.ª série, de 27 de Agosto de 2004, sendo uma instituição com carácter de utilidade pública, abrangida pela Lei dos Benefícios Fiscais.

Back to top of page